Conheça Robert o Boneco Amaldiçoado

Olá. Hoje vim falar de Robert, vi no Fatos Desconhecidos Facebook, sobre esse boneco, então resolvi pesquisar...
Você está vivendo em um mundo louco, então tenha muito cuidado até mesmo em aceitar presente dos outros, hoje vamos ver a história de Robert, um boneco feito através de praticas pesadas de vodu, e o resultado disso é uma lenda de arrepiar que já vem sendo falada a mais de 100 anos.[
[LEIA MAIS]


A história do boneco Robert começou nos primeiros anos do século XX, em Key West Florida em uma elegante mansão na esquina da Eaton e Simonton Street. A família de Otto vivia na casa desde meados da década de 1890 e segundo os rumores, eles não eram muito gentis com seus servos.


O filho do Dr. Otto, Robert Eugene gostava muito de uma empregada doméstica das Bahamas, que foi contratada para cuidar dele. A empregada foi demitida em 1906, alguns dizem que foi devido a práticas vodu, outros dizem que a senhora Otto estava com ciúmes do carinho de Robert com a serva. Antes de sair, descontente com a decisão dos seus patrões a empregada fez um boneco de quase 1 metro de altura, olhos feitos de botão, recheado de palha com o rosto humanizado, que em pouco tempo se tornou a companhia inseparável do garoto que deu seu próprio nome ao boneco.


Logo a família começou a suspeitar que as coisas não era tudo o que parecia com Robert e com o boneco. Robert foi ouvido sussurrando para o boneco, algo comum para uma criança, conversar com bonecos durante alguma brincadeira, mas, o  incomum era que os servos de Otto diziam terem ouvido outra voz mais profunda e estranha diferente de todas da casa, responder aos sussurros do menino.


O boneco parecia exercer algum tipo de influência sobre o jovem Robert. Ele disse ter começado a usar seu nome do meio ou Eugene Gene, porque ele disse que o nome do boneco era Robert.

Um certo dia um grande e violento barulho foi ouvido no quarto de Robert durante à noite, ao entrar, o garoto foi encontrado encolhido em sua cama e Robert (o boneco), sentado em frente olhando para ele com móveis derrubados e brinquedos mutilados. Quando questionado, o garoto invariavelmente disse "Era Robert, Robert fez isso.", começa então os acontecimentos mais bizarros e estranhos com o boneco.


Alguns vizinhos diziam ver Robert aparecer de janela em janela, quando a família estava fora de casa. O garoto sempre culpava o boneco quando algo errado acontecia. Seus pais diziam ouvir risos do boneco e podiam jurar ver o vulto de Robert correndo pela casa e o garoto começou a ter pesadelos e acordar gritando.

Logo os servos começaram a irem embora e a família se convenceu de que a empregada das Bahamas, de alguma forma amaldiçoou o boneco. O boneco foi trancafiado no o sótão da casa da família, dizem que a tia que o colocou lá morreu de um acidente vascular cerebral naquela mesma noite. Apesar dos rumores Robert permaneceu no sótão. O som dos pequenos passos e risada infantil foram ouvidos muitas vezes vindos do sótão.


O tempo passou e o garoto Eugene Gene cresceu para se tornar um adulto, tornou-se um artista e casado. Quando seus pais morreram, ele herdou a antiga casa da família e com sua esposa Annette foi morar na casa.

Não demorou muito até Gene encontrar Robert no sótão e os dois se reencontraram. O Gene adulto foi constantemente acompanhado por Robert para o desgosto de sua esposa, que dizia ter detestado o boneco.

Annette, irritada com a obsessão de Gene com o boneco, trancafia mais uma vez Robert no sótão. O boneco parece ter gostado disso, Gene disse a Annette que Robert havia pedido um quarto com vista para a rua. Gene leva o boneco para seu estúdio onde passa horas trancado, pintando e conversando com Robert.


Rumores logo se espalharam sobre o bairro, as crianças passam pela mansão em seu caminho para a escola e tentavam não olhar para o estúdio de Gene porque Robert tinha sido visto olhando malevolamente de volta para eles. Pior ainda, ele tinha sido visto correndo de janela em janela, quando a família estava fora de casa. As pessoas diziam que o boneco estava cheio de relíquias vodu maus, pequenos ossos de animais, tinha um coração de cristal, tinha cabelo humano e estava possuído pelo mal.

A tradição popular também aborda a lenda dizendo que Annette morreu louca por causa do boneco amaldiçoado. Se isso é verdade ou não, quando Gene morreu em 1974, Annette estava consciente o suficiente para sair rapidamente da casa e deixar Robert para trás. Dizia-se que a vontade de Gene Otto era de que a casa poderia ser alugada, mas que Robert deveria ser deixado em paz.

A nova família que assumiu a antiga casa de Otto tinha uma filha de 10 anos de idade e com a inocência típica da infância, quando ela viu Robert ela logo adorou o boneco. Robert, porém, ele não teve intenções de carinho com a garota e logo ela começou ter pesadelos horríveis e a família se convenceu de que o boneco estava tentando matá-la. Mesmo depois de décadas, ela ainda estava convencida de que Robert a atacou e tentou mata-la. Sua família aterrorizada doou Robert ao Fort East Martello Museum, onde ele reside atualmente.


Robert fica em segurança atrás de um vidro no Museu, ele é levado uma vez por ano para o Old Post Office para ser exibido e, ocasionalmente apresentando em convenções paranormais. No entanto, apesar de ter mais de 100 anos de idade, Robert ainda é uma força a ser reconhecida. 


Os membros do museu já afirmaram que o boneco foi encontrado em diferentes posições, as câmeras pausam em sua presença, passos são ouvidos ao redor do museu durante a noite, e sua expressão é conhecida por mudar de uma forma que pode gelar o sangue. Os visitantes são aconselhados a pedir a permissão de Robert antes de fotografá-lo, devido o risco de serem amaldiçoados.




0 comentários: